Operação contra o PCC em MS flagra 14 granadas, fuzis e submetralhadora

Membros da facção fugiram de São Paulo e vieram para Mato Grosso do Sul para dominar a região de fronteira

| MIDIAMAX


A Operação deflagrada na manhã desta quinta-feira (25), pela Polícia Federal em Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, contra membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando Capital) acabou apreendendo 14 granadas, além de armamento de guerra na casa de um doa alvos da Operação Exílio.

Em uma das residências, os agentes da polícia encontraram cerca de 14 granadas, além de três fuzis e uma submetralhadora que estava em poder dos membros da facção que estavam foragidos de São Paulo e viera para Mato Grosso do Sul, para dominar a região no tráfico de drogas.

Segundo a PF, os integrantes da quadrilha usavam carros de luxo que foram comprados com dinheiro do tráfico de drogas. Não houve prisões durante a operação.Foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal de Ponta Porã/MS, em endereços localizados no Mato Grosso do Sul e em São Paulo. 110 policiais participam da ação.

A Operação foi denominada “Exílio' em razão da descoberta de que indivíduos foragidos e vinculados ao PCC teriam buscado abrigo na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, se passando por empresários mediante uso de documentos falsos e realizando atividades delituosas.

Quer receber notícias do Site MS NEWS via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (67) 9 9605-4139 e se cadastre gratuitamente!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE